RESPIRANDO FUNDO

respiracaoQuando estou com a mente ocupada e ela não está livre para pensar estou no céu.

Mas isso infelizmente não acontece todo tempo; então sobra muito espaço para pensar e aí há dois grandes grupos: lembranças boas, coisas práticas que precisam ser feitas e que não causam maiores problemas e lembranças ruins bem como tarefas desagradáveis que também precisam ser feitas mas que, por serem desagradáveis, foram adiadas.

Quando as lembranças ruins atacam é preciso, por certo, respirar fundo mas isso obviamente não é uma solução muito imaginativa nem eficaz.

As lembranças ruins são mais fortes, acionam a máquina de sofrer e esta, a máquina de chorar e isso dura um tempo relativamente curto mas parece uma fissura, uma pulsão fora de controle.

Minha imagem fantasiosa é que um dia terei completado o meu processo de transformação em monge e não sentirei mais este impulso malsão.

Fantasia?

Preciso aprender a acionar mais e automaticamente a máquina de sentir prazer e demais emoções positivas como resposta para a fissura malsã.

Assim: quando vem o impulso mau aciono o bom.

Fantasia? Ingenuidade? Talvez não.

RESPIRANDO FUNDO

2 comentários sobre “RESPIRANDO FUNDO

  1. Odete Santelle disse:

    É verdade, dá para dominar os pensamentos, mas é necessário um pouco de treino, assim como para melhorar a forma física… Dominar os pensamentos é tÃo difícil como fazer dieta, mas é possível!

    Enviado do meu iPhone

    >

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s