O TUNEL NO FIM DA LUZ

tunelMetáforas são para serem levadas a sério! Não devem simplesmente ser aceitas. São nada além de guias para o pensamento.

Assim sendo suponho que, para que haja o que todos queremos, ou seja a luz no fim o túnel deve haver, antes, um túnel no fim da luz.

Escolha-se a luz que apagou. Penso que ao longo da vida há várias luzes que se apagam: projetos, amores, roupas que envelheceram e, finalmente, a mulher da sua vida.

Adotando-se a metáfora, no fim da luz (para os que decidiram não se apagar junto) não há, portanto a obscuridade, a tenebrosa mas um túnel.

Há, de fato, na estrada da vida de qualquer um diversas luzes que se apagam, depois disso tuneis e nova luzes no fim deles, que se apagam para dar lugar a novos tuneis e novas luzes e assim sucessivamente.

O túnel é uma oportunidade, uma chance: se não houvesse túnel haveria a morte, a escuridão, o fim da estrada.

Mas o túnel exige uma travessia para se atingir a desejada luz porque túnel que se preza é obscuro, se não fosse não seria túnel.

Se há luz no fim do túnel a consequência lógica é que não há, como nos túneis não metafóricos, luz dentro do túnel.

O sentido da metáfora é que a luz de fora ilumina o próprio túnel e viabiliza sua travessia: conseguimos atravessar o túnel porque acreditamos que há luz no seu fim e esta crença ilumina a obscuridade possibilitando o caminho e o caminhar.

Se a crença é muito forte a luz que dela emana deve ser também e assim, quanto mais se acredita mais o túnel é iluminado?

Acho que não necessariamente: podemos estar acreditando fortemente numa quimera, avançando celeremente na travessia mas encontrando apenas mais túnel.

Acho o poder iluminativo da crença, sem consideração da sua natureza, uma invenção.

A luz no fim do túnel é uma meta; mas não assim fria, calculada, como no planejamento estratégico. Deve haver um pouco de crença por certo mas também não como a destes profetas mercadores que vendem Jesus para gastar o lucro em Miami.

Isto posto, deixando a racionalidade de lado, penso:  no fim de todos os tuneis haveria, como se costuma relatar, um túnel derradeiro no fim do qual haveria uma grande luz? Ou um túnel de volta para a terra?

Melhor o túnel de volta: seria tão bom voltar, começar tudo de novo, encontrar você de novo, por que não acreditar nisso?

Basta crer, simplesmente, já que, como se diz, os reencarnados não lembram de seu passado.

Pronto (como nos dialetos nordestinos), só precisa haver um planeta habitável na volta.

O TUNEL NO FIM DA LUZ

Um comentário sobre “O TUNEL NO FIM DA LUZ

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s