OS ESPELHOS

os_espelhos

Comunico-me razoavelmente com gentes variadas, mas os espelhos me perseguem insistindo em mostrar que os outros, as outras pessoas que vejo, ouço e com quem falo são acidentes, que o permanente sou eu mesmo, comigo, refletido nos espelhos.

Mas não quero permanecer existindo como mensagem para mim sempre quando não há ninguém outro no horizonte. Queria simplesmente ser, sem o “olha, estou aqui, viu?”

Mas caso você tenha vivido quase 30 anos com alguém permanentemente a teu lado e a pessoa morreu esta mensagem vai te perseguir.

Inútil tentar evitar ou buscar quebrar os espelhos: você é seu próprio espelho.

 “…Quando penso que vejo, quem continua vendo enquanto estou pensando?” (A Múmia).

OS ESPELHOS

3 comentários sobre “OS ESPELHOS

  1. Odete Santelle disse:

    Esse momento de descoberta que temos que decidir caminhos a seguir é difícil. Você com você mesmo e a luz para iluminar o túnel vai brilhar, primeiro fraquinha, depois com claridade suficiente para você prosseguir na caminhada. Muita luz pra você! Abraço

    Enviado do meu iPhone

    >

    Curtir

  2. Lidia R A Prado disse:

    Lá, no frágil limite entre a humana dor e o gozo sideral, há momentos, muito efêmeros, em que amanhecemos, dourados como sóis. E lá, grávidos de luz (própria), podemos caminhar em direção a outra estrela.

    Curtir

  3. Lidia R A Prado disse:

    Corrigindo: Lá, no frágil limite entre a humana dor e o gozo sideral, há momentos, muito efêmeros, em que amanhecemos dourados como sóis. E lá, grávidos de luz (própria), podemos caminhar em direção a outras estrelas.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s